Em 2017, o Programa Jovens Urbanos entra em seu terceiro ano de parceria com a Secretaria de Educação de Minas Gerais (SEE-MG). As atividades desenvolvidas baseiam-se em uma concepção de educação integral para as juventudes. Assim, o Programa pretende contribuir com a formulação e a implementação de uma política pública de educação integral para o Ensino Médio junto com a Secretaria.

As ações do Jovens Urbanos, no escopo dessa parceria em 2017, concentram-se na disseminação de conhecimentos por meio de formações realizadas em dois polos da região metropolitana de Belo Horizonte, com sete escolas cada um. Participam das atividades gestores públicos, que atuarão como multiplicadores, e profissionais de escolas do Ensino Médio. Nesses polos, além das formações, também serão realizados Planos Participativos. Uma proposta de escuta para reconhecer anseios, proposições e projetos estudantis como elementos de integração curricular. Outra ação em destaque é a sistematização de experiências e conhecimentos por meio da produção escrita e audiovisual, que resultará em duas publicações e vídeos formativos sobre juventudes, educação integral e temas relacionados.

Ao todo, 44 escolas da rede estadual de ensino de Minas Gerais compõem o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Elas estão organizadas em seis polos distribuídos por todo o estado e receberão as intervenções do Programa Jovens Urbanos, direta ou indiretamente.

Histórico – A atuação do Jovens Urbanos em Minas Gerais iniciou-se em 2011 em Pouso Alegre, a partir da parceria com o governo estadual para o desenvolvimento de práticas de formação ampliada vinculadas à política pública do programa Poupança Jovem.

Por meio de articulação entre a Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), do Governo do Estado de Minas Gerais, com a Fundação Itaú Social e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), o objetivo central daquela edição foi proporcionar uma experiência com foco na formação ampliada dos jovens, dentro do marco do Poupança Jovem, cujas práticas dariam subsídios para a sua reformulação.

Uma das ações decorrentes  da proposta em Pouso Alegre foi a formação específica do Jovens Urbanos para 40 gestores e técnicos da SEE de Minas Gerais que atuavam em programas e projetos voltados à juventude no ano de 2014.

Iniciativa
Marca da Fundação Itaú Social
Coordenação Técnica
Marca da CENPEC